O que é marketing de afiliados?

A internet é, hoje, uma ferramenta muito utilizada para a geração de renda, afinal, oferece diversos recursos para tal objetivo. O marketing de afiliados é um deles, apesar de estar em expansão no Brasil, fora dele já é a fonte de renda de muitos trabalhadores.

Se você é do tipo de pessoa que tem interesse em trabalhar na internet, o marketing de afiliados pode ser uma dar grandes opções para você, mas antes de começar, você precisa entender como ele funciona.

Nós lhe explicamos!

Afinal, o que é marketing de afiliados?

Pois bem, quando você torna-se um afiliado de um produtor, você precisará promover ações de marketing para que as conversões ocorram, correto? Afinal, sem vendas, suas comissões não são recebidas.

O marketing de afiliados é justamente isso, a estratégia que será criada para a divulgação desses infoprodutos.

Aqui, no Brasil, como dissemos no início do conteúdo, tudo é uma grande novidade. No entanto, se você buscar maiores informações sobre o assunto, irá descobrir que a Amazon, por exemplo, já trabalha com afiliados, desde a década de 90, quando “contratava” pessoas para divulgar seus produtos.

A afiliação é benéfica para ambos os lados:

  • O produtor (dono do produto) consegue alcançar um número maior de vendas, pois é possível diversificar os locais de divulgação;
  • O afiliado ganha sua comissão, conseguindo rentabilizar seus blogs ou rede sociais, vendendo produtos que não foram criados por eles.

Agora que você já entendeu o que é o marketing de afiliados, deve estar querendo descobrir quais são os tipos de divulgação das quais você pode trabalhar.

Vamos lá!

Como divulgar através de marketing de afiliados?

Atualmente, existem milhares de plataformas com programas de Afiliados. No Brasil, podemos falar do Google Adsense, Lomadee, Uol, entre outros. Para infoprodutos, vamos ter a Hotmart, Eduzz, Monetizze e mais.

O que você precisa avaliar é o que se encaixa melhor no seu modelo de negócio, para que você consiga alcançar seus objetivos.

Isso porque, pode até parecer a mesma ação, mas uma estratégia de marketing de afiliados voltada para conversão, irá se diferir bastante de uma aplicada para captação de leads, por exemplo. Logo, seu objetivo precisa estar 100% alinhado à sua estratégia.

Cada programa de afiliação tem uma metodologia de remuneração do afiliado, por exemplo:

  • CPC: Custo por clique, ou seja, você será pago cada vez que um usuário clicar no local da “propaganda”, seja um banner ou um link.

 

  • CPA: O custo por ação, o afiliado é remunerado quando o usuário efetua a ação pré-estabelecida. Isso pode ser uma compra, a solicitação de orçamento ou o que o anunciante estabelecer;

 

  • CPM: Nesse formato, custo por mil impressões, o afiliado será remunerado quando o banner, por exemplo, atinge o número de 1000 impressões. Normalmente, o anunciante acorda um valor fixo à ser pago a cada 1000. Esse formato é bem bacana para quem tem tráfego alto.

 

  • CPV: Na afiliação em plataformas de infoprodutos, essa é a metodologia mais utilizada. O afiliado recebe uma comissão a cada venda que ele faz. Por exemplo, se o produtor paga R$50,00 a cada venda e, em 1 mês, você realizar 20 vendas, receberá R$1000,00 de comissão.

Quais canais devo trabalhar marketing de afiliados?

Não existe um canal ideal para se trabalhar marketing de afiliados. E claro, você não pode ser aquele tipo de pessoa que fica postando seu link de afiliado em seu Facebook.

O marketing de afiliados deve ser trabalhado de forma profissional, atingindo o público que tem real interesse na aquisição do produto.

Ao começar a estudar mais profundamente esse universo, notará que cada produto foi elaborado para sanar uma dor: seja a perda de peso, a queda de cabelo, o aprendizado de algo, os sintomas da menopausa ou qualquer que seja o problema do qual, ainda não houve o encontro da solução.

Será nesse ponto que sua estratégia como afiliado entrará, você terá que encontrar metodologias de apresentar seu produto como a solução da dor.

Isso deve acontecer através de anúncios, conteúdos em blogs, postagens em redes sociais e o que mais você achar interessante para informar e criar autoridade para a sua informação.

Analisando sempre a dor de seu público alvo, suas estratégias serão imbatíveis, resultando em um volume de vendas elevado!

 

2017-11-27T15:15:40-02:00